Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]

POPULAÇÃO DA ÍNDIA VAI ULTRAPASSAR A DA CHINA EM 2022

por Mäyjo, em 30.09.17

populacao_SAPO

A China é, atualmente, o país mais populoso do mundo, mas há outra nação que está no seu encalço e dentro de poucos anos tornar-se-á no país com mais habitantes no planeta: a Índia. De acordo com os dados mais recentes da Organização das Nações Unidas (ONU), a Índia deverá ultrapassar a China em número de habitantes já em 2022.

 

Segundo o “Revision of World Population Prospects”, relatório que compilou os resultados do 24º estudo demográfico realizado pelas Nações Unidas, a Índia e a China são os dois países onde se concentra 37% dos 7,3 milhões de pessoas que habitam actualmente o planeta. Destes 37%, 19% são chineses e 18% são indianos.

Além de contabilizar o número de habitantes do planeta, o relatório prevê ainda o que vai acontecer à população mundial caso continue a evoluir ao ritmo actual. As estimativas da ONU apontam para que, em 2030, existam 8,5 mil milhões de pessoas na Terra. Em 2050 o número aumentará para os 9,7 mil milhões e, na entrada do próximo século, em 2100, as Nações Unidas prevêem que o mundo atinja os 11 mil milhões de habitantes, escreve o Guardian.

Depois da China e da Índia, o terceiro país mais populoso do mundo são os Estados Unidos, com cerca de 321,774 milhões de pessoas. Mas a ONU também antevê que este cenário se altere em 2022, pois a Nigéria – que agora tem a sétima população mais vasta do planeta – deverá ultrapassar os Estados Unidos.

É em África, aliás, que as Nações Unidas esperam que aconteça o grande crescimento populacional dos próximos anos. “A maioria do aumento projectado para a população mundial pode ser atribuído a uma pequena lista de países com elevada taxa de fertilidade, sobretudo em África”, lê-se no relatório. Até 2050, a ONU prevê que metade do aumento populacional se concentre num grupo de nove países – Índia, Nigéria, Paquistão, República Democrática do Congo, Etiópia, Tanzânia, Estados Unidos da América, Indonésia e Uganda.

Deste grupo de nações, a Nigéria, Paquistão e Indonésia deverão juntar-se, em 2050, à Índia, China e Estados Unidos como os países onde habitam mais de 300 milhões de pessoas.

Foto: James Cridland / Creative Commons

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:50

Jodhpur

por Mäyjo, em 21.06.17

 

Jodhpur, India.jpg

Jodhpur, India

26.29784°N, 73.01842°E

 

Jodhpur, na Índia, é o lar de mais de um milhão de moradores, tornando-se a segunda maior cidade do estado de Rajasthan.

Jodhpur é muitas vezes referido como a "Cidade Azul" devido às vívidas casas pintadas que podem ser vistas em toda a sua área urbana.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:56

Visto de Cima

por Mäyjo, em 26.09.16

Shivaji Nagar No: 1 and No: 2

Mumbai, India

19.061699428°, 72.927082280°

 

8643e410-9a9b-41e2-a6d1-829b9a99ee61.jpg

Shivaji Nagar No: 1 e Não: 2 são dois bairros densamente povoados em Mumbai, na Índia.

A área é o lar de mais de 200.000 habitantes, principalmente imigrantes de Uttar Pradesh e Bihar (localizados no Leste e Norte da Índia, respetivamente), bem como do Bangladesh, que têm vindo para Mumbai em busca de uma vida melhor.

A grande maioria das casas aqui não tem saneamento, água canalizada, banheiras, sanita.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:51

VAI UMA COCA-COLA?

por Mäyjo, em 13.09.16

SE TIVER SIDO FEITA NA ÍNDIA, TALVEZ SEJA MELHOR RECUSAR...

coca-cola

Sob investigação pelo Tribunal Ambiental da Índia desde 2015, a fábrica da Coca-Cola em Hapur, Nova Deli, viu agora as suas portas serem encerradas devido ao incumprimento de várias leis ambientais em vigor na Índia e por operar sem as devidas licenças.

As falhas que levaram ao fecho da fábrica da gigante mundial eram já do conhecimento público desde 2003. Durante anos, a empresa foi sendo alertada continuamente para as visíveis falhas ambientais da fábrica, recebendo inclusive pré-avisos de inspecções, com poucos efeitos práticos.

Nos autos agora levantados estavam descritas inúmeras falhas: falta de licenças válidas em 2016 e 2015, as estações de tratamento de efluentes na fábrica não funcionavam ou estavam em más condições, e eram feitas descargas de águas residuais numa lagoa a 1,5km da fábrica que tinha falhas estruturais. Também era prática comum o uso da água da lagoa para irrigação, sabendo-se agora que esta não tinha condições, com níveis de bactérias 3400 vezes superiores à norma; as caldeiras e os geradores de diesel desrespeitavam todas as leis de poluição do ar… Enfim, um sem número de violações graves.

Estas descobertas levaram o organismo responsável a recomendar, ainda em 2015, que a linha de produção da fábrica fosse encerrada, uma vez que o lixo orgânico de alta resistência não estava a ser tratado adequadamente. Para a CPCB é também aconselhável a criação de mecanismos alternativos para o tratamento da água que abastece os moradores da região, contaminada pelos esgotos não tratados da fábrica.

Todas as falhas e violações de segurança agora encontradas na fábrica da Coca-Cola não foram propriamente uma surpresa para a CPCB, com a gigante de bebidas a ser tida como uma habitual infractora das normas ambientais na Índia em 2003, 2005 e 2007.

“A arrogância e incompetência desta empresa é inacreditável”, disse Amit Srivastava, da associação India Resource Center. “Recebeu vários avisos para repensar a sua conduta, mas recusou-se a fazê-lo na Índia e continua a operar sem as licenças necessárias. A fábrica devia ser fechada de vez e o governo deveria obrigar a empresa a indemnizar a comunidade que irá suportar o impacto da poluição da Coca-Cola por muito tempo “, concluiu.

Foto: Rafael Salmazzi

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:05

Inundações na Índia

por Mäyjo, em 09.02.16

in Metro 17 nov 2015.jpeg

 

in Metro 17 nov 2015not

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:17

Ritual na Índia

por Mäyjo, em 02.02.16

25.2m.jpg

 

in Metro 25/02/2015

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:45

A CIDADE MAIS POLUÍDA DO MUNDO

por Mäyjo, em 02.01.16

Há dezenas de metrópoles que poderiam concorrer para o título – pouco nobre – de cidade mais poluída do mundo: Pequim não sai das notícias no que toca à poluição atmosférica; Hong Kong é a mais recente preocupação global dos ambientalistas e Dacca, no Bangladesh, é absolutamente irrespirável.

No entanto, segundo o CityLab, a cidade mais poluída do mundo é Nova Deli, na Índia.  De ano para ano, as queixas dos moradores de Nova Deli aumentam e raros são os dias sem um manto de poluição e novoeiro.

Na verdade, argumenta, o nível de partículas PM2.5 em Deli – pequenas partículas tóxica e que causam doenças respiratórias graves – é o mais alto do mundo. Por isso, em Maio de 2014 um estudo da Organização Mundial de Saúde (OMS) reconheceu Nova Deli como a cidade mais poluída do Planeta.

Ainda de acordo com o CityLab, o ar da cidade é tão tóxico que uma recente visita de Barack Obama, presidente norte-americano, terá reduzido a sua esperança de vida em seis horas. Veja algumas das fotos da poluição de Deli – e veja como os seus 16 milhões de habitantes encaram o dia-a-dia.

Fotos: Manish Swarup  / Tsering Topgyal / Anindito Mukherjee / Adnan Abidi / Ahmad Masood / Saurabh Das / AP)

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:41

ÍNDIA: SMOG ESTÁ A DESTRUIR PLANTAÇÕES SUFICIENTES PARA ALIMENTAR 94 MILHÕES DE PESSOAS

por Mäyjo, em 04.12.15

Índia: smog está a destruir plantações suficientes para alimentar 94 milhões de pessoas

A Índia está a atravessar um grave problema de poluição. O problema é tão severo que está a destruir vastos campos de cultivo que poderiam alimentar milhões de habitantes do país. Um novo estudo revela que os níveis de ozono no solo, o principal componente do smog, estão a causar danos a cerca de 6,7 milhões de toneladas de produtos alimentares indianos, como o trigo e o arroz, por ano.

Os dados revelam que as colheitas perdidas valem cerca de €1.000 milhões e poderiam dar para alimentar cerca de 94 milhões de pessoas – cerca de um terço dos indianos com necessidades económicas.

O ozono à superfície do solo provém das emissões dos veículos, indústria e fogões de cozinha. Há muito que se sabia que o ozono tem impactos negativos na saúde humana, mas a descoberta dos seus efeitos nos vegetais cria um novo problema. De acordo com Collete Heald, uma das investigadoras do estudo, a produção agrícola é “muito sensível à poluição do ozono” e como tal é importante considerar as “implicações agrícolas da regulamentação da qualidade do ar”.

A Índia é dos países mais poluídos e o ar de Nova Deli é o mais poluído do mundo, superando os níveis de poluição na China.

Um outro estudo recente, elaborado pelo MIT e pela Colorado State University revelou que a combinação entre as alterações climáticas e o ozono ao nível do solo pode criar uma grave ameaça ao abastecimento alimentar global nas próximas décadas, refere o Inhabitat.

Foto: Dey / Creative Commons

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:19

ÍNDIA: ONDA DE CALOR MATA 1.400 PESSOAS E DERRETE O ASFALTO

por Mäyjo, em 24.08.15

india_a

O calor asfixiante da Índia

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:09

AR MAIS LIMPO SALVARIA DOIS MILHÕES DE VIDAS POR ANO

por Mäyjo, em 31.07.15

 deli_a

A cidade mais poluída do mundo

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:40


Este blog disponibiliza informação com utilidade para quem se interessa por Geografia. Pode também ajudar alunos que por vezes andam por aí desesperados em vésperas de teste, e não só, sem saber o que fazer...

Mais sobre mim

foto do autor


Siga-nos no Facebook

Geografando no Facebook

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Abril 2020

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D